menu de ícones

slide


FILMES: DOS LIVROS PARA O CINEMA!

Saudações leitores!
Como sou bookaholic e cinéfila, fica um pouco difícil assistir as adaptações que estão surgindo por causa do melhor olhar crítico. Vou colocar aqui a lista dos filmes que assisti no cinema e que já tinha lido o livro antes! Podem ficar tranquilos, não vou dar spoilers!!!
Vamos começar?


           


Vamos começar por Dezesseis Luas. O livro é bastante incrível e bem construído. Algumas partes sobrenaturais me deixaram um pouco confusa, mas, entendi perfeitamente. Confesso que não imaginei o ator que escolheram para fazer o Ethan, achei o personagem sem sal. Merecia mais atitude. Já a Lena, achei que o papel caiu como uma luva. Fria, sem muitos diálogos, confusa mas, determinada. 
Em alguns momentos peguei várias pessoas comparando o filme com crepúsculo. Sério gente, não tem nada a ver, pelo menos, eu não consegui assimilar nada entre Crepúsculo e Dezesseis Luas. O filme foi bom, mas, não incrível. A adaptação poderia ter sido bem melhor. Acredito que os atores escolhidos para interpretar o filme, mereciam algo mais grandioso. Posso até estar sendo crítica demais, mas, para quem leu o livro, o filme deixou a desejar em alguns momentos. Sem mais delongas, o filme merece sim uma chance. Eu me diverti com Ethan e Lena. Não é um casal meloso. A base do relacionamento deles foi construída com humor e alfinetadas! Classificação: Livro 4/5. Filme: 3/5


                 
O lado bom da vida. Muito bom. O livro. Já o filme, deu vontade de entrar em certas cenas e estapear a todos. O filme não é fiel ao livro. Então, não precisam ler o livro e correr para assistir ao filme. Você terá um ataque assim como eu. Várias partes do livro foram cortadas e modificadas. Não gostei. Mas, falando de atuação, Brad e Jenny arrasaram. Confesso que ri muito com o livro, já o filme, chorei. Vê se pode. As vezes fico arrasada com adaptações que não seguem a risca a história do livro. Assim como aconteceu em Percy Jackson. O filme foi uma decepção para os fãs. Mas, voltando ao assunto aqui, os personagens foram bem construídos e achei que o diretor acertou em juntar Brad como Pat. É, foi bem a cara do personagem mesmo. Só não achei que a interpretação da Jennifer Lawrence tão boa assim para que rendesse o Oscar. Mas, fazer oquê. É a atriz do momento. Sim ela é ótima, mas não consegui ver tudo isso no personagem dela. Classificação: Livro 5/5. Filme 3/5

           



Adoro os filmes das adaptações de Sparks. Posso dizer até que curto mais os filmes do que os livros. Okay, podem me bater. Mas, é verdade. E em Um Porto Seguro não foi diferente. Não consegui muita conexão com o livro. Já o filme, me surpreendeu completamente. Muitas pessoas acharam que o filme ficou massante com as 2 horas, mas, eu adoro filmes longos. E os atores escolhidos realmente fizeram toda a diferença. Nesse caso específico, curti mais o filme do que o livro. E isso é muito raro. Pois, os livros sempre são melhores e as adaptações quase sempre deixam a essência de alguma cena escapar. A história é ótima e o suspense que envolve a trama também não deixa nada a desejar. Simplesmente amei. Classificação: Livro 3/5. Filme 4/5.

           







Meu Deus! Eu amo filme de terror. Amo Remakes e esse é sem dúvida o melhor remake que já assisti até hoje. O Filme é apavorante. O livro é apavorante. Esse é um dos filmes mais aterrorizante de todos os tempos. Tirando claro o clássico O Exorcista; até hoje eu tenho medo daquela menina horrorosa.
O filme é tensão e horror 24 hrs. Tipo: Não tem como se manter de olhos abertos em algumas cenas. Não tem como. Você ai que assistiu ao filme, sabe do que estou falando. Pois é. Está ai um filme que vale a pena conferir. O livro não traz toda essa emoção aterrorizante porque você de fato não está vendo nada e sim, lendo. Ver fica tudo mais difícil. Recomendo muito e lanço até um desafio. Assista A Morte do Demônio depois da meia-noite sozinho em casa. Depois me conta. Se você ainda conseguir falar alguma coisa. Classificação: Livro 3/5. Filme 5/5.

               

Incrível. Eu poderia para por aqui. Emocionante, envolvente, triste... Senti tantas coisas ao assistir o filme. Todos em casa me chamando de maluca. - Credo! Esse filme ai eles só cantam?. Gente, isso é cultura. Uma das obras mais conhecidas do mundo. O musical da Broadway. Adoro. Victor Hugo é sensacional. E vamos combinar, os atores são magníficos. Não vou ficar aqui rasgando seda, mas, Hugh, Anne e Russel, se eu os amava, agora eu os venero. Adorei a atuação da Amanda também. Todos estavam ótimos. Conseguiram passar realmente a emoção toda vivida por eles naquela época. Para quem não conhece o clássico de Victor, não sabe oque estão perdendo. A história se passa em plena Revolução Francesa do século XIX. Jean Valjean (Hugh Jackman) rouba um pão para alimentar a irmã mais nova e acaba sendo preso por isso. Gente, o cara foi preso por ter roubado um pão... um pão!!! Fala sério. Olha só como era naquela época. O livro, eu não terminei de lê-lo ainda. Okay, estou acabando, porque são mais de mil páginas... Comprei aquele volume único carésimo. Mas, está valendo a pena. Muito, muito extraordinário. Classificação: Livro 5/5. Filme: 5/5.


 Uau! Okay. Deixe-me recuperar o fôlego. Eu tinha uma noção completamente diferente do que o filme apresentou. Para os que tiveram a oportunidade de ler o livro, com certeza, não gostaram nenhum pouco do filme. E claro, eu não culpo a produção  e sim, ao grande sucesso de The Walking Dead. Agora me perguntem oque tem a ver TWD com Guerra Mundial Z? Nada. Não tem nada a ver. Exceto, que aqui também é falado sobre um vírus que levou a humanidade a virarem zumbis. Mas, não o tipo de zumbi de TWD. Eles são muito diferentes. Isso, acredito que fez com que muitas pessoas não gostassem do filme. A premissa é excelente. Universo zumbi? Adoro. Mas, teve algumas falhas enormes. Primeiro, amo de paixão o Brad Pitt, mas vamos combinar: ele não deu vida ao personagem. Não era a cara dele. Segundo: Muitas coisas inexplicadas. Terceiro: O cara troca de país (vive viajando para achar uma possível cura) como quem troca de roupa. Gente, não dá né. Os efeitos e as cenas tensas, conseguiu me prender de fato. Mas, não comprei essa história do final do filme. Não posso falar oque é porque seria spoiler.
Bem diferente do livro, que é escrito em forma de relatórios nos mostrando como os zumbis dominaram o mundo. A adaptação de Guerra Mundial Z, pode ser considerado um filme de ação: tipo aqueles filmes de Jason Statham, "que maldade" hehee. Okay, exagerei. O que para muitos, assim como eu, esperavam ver algumas cenas tipo: O massacre da serra elétrica: muito sangue e corpos mutilados, a decepção foi visível. Esqueçam, o filme não, não, eu disse não tem nada disso. Mas, vale sim a pena conferir. Só não vá com muita expectativa. Livro: 3/5. Filme 3/5.     


Gostaram? Então deixe seu comentário!
Bjus.                                                                 

Nenhum comentário

Postar um comentário